ONDAS – Observatório dos Direitos à Água e ao Saneamento

Acadêmicos lançam manifesto “Acesso ao saneamento é direito humano”

Acadêmicos com décadas dedicadas ao estudo e acompanhamento de políticas públicas lançaram um manifesto tornando pública a visão crítica deste grupo em relação à verdadeira encruzilhada em que se encontra o setor de saneamento.

Eles alertam para as narrativas privatistas que têm sido reverberadas, inclusive pela mídia tradicional, em defesa do chamado novo marco do saneamento.

“Essa alteração legislativa nada mais fez que enfraquecer a gestão pública dos serviços de saneamento básico e abrir as portas para um movimento de privatização, comodificação e financeirização, sem precedentes no mundo contemporâneo. Isto, além de cometer um conjunto de impropriedades, no campo da regulação, no estabelecimento inadequado de metas universais e descontextualizadas e na indesculpável omissão no reconhecimento do marco dos direitos humanos à água e ao esgotamento sanitário, ao qual o Brasil está legalmente vinculado.”

Confira na íntegra o manifesto “Acesso ao saneamento é direito humano”.

2 comentários em “Acadêmicos lançam manifesto “Acesso ao saneamento é direito humano””

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *