As empresas privatizadas de água e esgoto da Inglaterra pagaram 57 bilhões de libras em dividendos desde 1991

Matéria publicada originalmente no The Guardian (autora: Sandra Laville) e traduzida para o ONDAS por Marcos Montenegro
__________________________________________________________________

Críticos dizem que as concessionárias tomam empréstimos para pagar aos acionistas em vez de melhorar a infraestrutura

Água da torneira. Trabalhadores de água escoceses consertam um tubo rompido. Composto: Scottish Water / Facebook / Alamy

As companhias de água (e esgoto) inglesas pagaram mais de 2 bilhões de libras por ano, em média, aos acionistas desde que foram privatizadas há três décadas, segundo uma análise do Guardian.

Os pagamentos de dividendos aos acionistas das empresas matrizes entre 1991 e 2019 totalizam 57 bilhões de libras – quase metade da quantia gasta na manutenção e melhoria das tubulações e estações de tratamento do país nesse período.

Os críticos dizem que, embora continuem pagando enormes dividendos, as empresas não realizaram obras importantes na infraestrutura do país para melhorar o sistema de água e esgoto.

Quando Margaret Thatcher vendeu a indústria da água em 1989, o governo baixou todas as dívidas. Fotografia: Tom Stoddart Archive / Getty Images – FacebookTwitterPinterest

Quando Margaret Thatcher vendeu as empresas da água em 1989, o governo cancelou todas as dívidas. Mas, de acordo com a análise de David Hall e Karol Yearwood, da unidade de pesquisa internacional de serviços públicos da Universidade de Greenwich, as nove empresas privatizadas da Inglaterra acumularam dívidas de 48 bilhões de libras nas últimas três décadas – quase o mesmo valor pago aos acionistas. A dívida lhes custou 1,3 bilhão de libras em juros no ano passado.

Hall conclui que as empresas fizeram empréstimos para pagar dividendos, em vez de investir em projetos de infraestrutura. Os 123 bilhões de libras em despesas de capital gastos pelas empresas foram todos financiados por tarifas pagas pelos clientes, afirma a análise.

“Uma grande quantidade de dívida foi contraída. Mas como a receita das contas dos usuários cobria as despesas de capital, essa dívida foi usada para financiar dividendos, em vez de despesas de capital”, afirmou Hall.

PERFIL
Informações sobre a indústria de água e esgoto da Inglaterra 2018-19

1) Anglian Water
Propriedade: consórcio de fundos de investimento internacionais

Salário total dos diretores: £ 5,3 milhões
Diretor mais bem pago: 1,97 milhão de libras, Scott Longhurst, ex-diretor financeiro
Total de dividendos 2010-19: £ 5,013 bilhões

2) Northumbrian Water
Propriedade: Cheung Kong Infrastructure Holdings, um consórcio de investimentos com sede em Hong Kong

Salário total dos diretores: £ 1,96m
Diretor mais bem pago: £ 930.000, Heidi Mottram, CEO
Total de dividendos 2010-19: £ 1.192 bilhões

3) Severn Trent
Propriedade: listada publicamente na bolsa de Londres

Salário total dos diretores: 4,3 milhões de libras
Diretor mais bem pago: 2,4 milhões de libras, Liv Garfield, CEO
Total de dividendos 2010-19: £ 2,009 bilhões

4) Southern Water
Propriedade: propriedade privada, através de uma série de holdings, pela Greensands Holdings

Salário total dos diretores: £ 2.2m
Diretor mais bem pago: 1,17 milhão de libras, Ian McAulay, CEO
Total de dividendos 2010-19: £ 882m

5) South West Water
Propriedade: Pennon Group, uma empresa britânica de capital aberto listada na Bolsa de Londres

Salário total dos diretores: £ 2.6m
Diretor mais bem pago: £ 968.000, Chris Loughlin, CEO do grupo
Total de dividendos 2010-19: £ 1.135 bilhões

6) Thames Water
Propriedade: consórcio de investidores institucionais, incluindo fundos da China e Abu Dhabi

Salário total dos diretores: £ 3,5 milhões
Diretor mais bem pago: £ 985.000, Brandon Rennet, CFO e diretor executivo
Total de dividendos 2010-19: £ 1,823 bilhões

7) United Utilities
Propriedade: uma British PLC listada na London Stock Exchange

Salário total dos diretores: £ 6,2 milhões
Diretor mais bem pago: 2,3 milhões de libras, Steve Mogford, CEO
Total de dividendos 2010-19: £ 2,553 bilhões

8) Wessex Water
Propriedade: YTL Corp, um grupo de infraestrutura da Malásia

Salário total dos diretores: £ 3.6m
Diretor mais bem pago: 921.000 £, Colin Skellett, CEO do grupo
Total de dividendos 2010-19: £ 1,067 bilhões

9) Yorkshire Water
Propriedade: Kelda Holdings, através de uma série de holdings; 33% pelos fundos soberanos de propriedade do governo de Cingapura

Salário total dos diretores: £ 2,9 milhões
Diretor mais bem pago: 1,3 milhão de libras, Richard Flint, CEO
Total de dividendos 2010-19: £ 1.236 bilhões

Nos últimos 10 anos, as empresas pagaram 17 bilhões de libras em dividendos e os salários dos diretores dispararam. Os ganhos dos diretores mais bem pagos das nove companhias de água subiram 8,8% no ano passado, para um total de 12,9 milhões de libras.Os CEOs mais bem pagos foram os da Severn Trent, com um pacote salarial de 2,4 milhões de libras, e da United Utilities , com um pacote salarial de 2,3 milhões de libras.

Em comparação, o diretor mais bem pago da Scottish Water, de propriedade pública, ganhou 366 mil libras

As companhias de água e esgoto  pagaram aos acionistas um total de cerca de 17 bilhões de libras em dividendos nos últimos 10 anos

Ellen Lees, do grupo de ativistas We Own It, disse: “Em vez de pagar bilhões aos acionistas, as empresas de água poderiam estar investindo na infraestrutura de que o sistema precisa”, disse ela.

“É hora de acabar com essa farsa que está roubando o público e arruinando o meio ambiente. É hora de trazer a nossa água para a propriedade pública.”

Funcionários da Scottish Water no trabalho Fotografia: Scottish Water/Facebook – FacebookTwitterPinterest

A Scottish Water, de propriedade pública, investiu quase 35% a mais por família em infraestrutura desde 2002 do que as empresas de água inglesas privatizadas, segundo a análise. Esse prestador cobra 14% menos dos usuários e não paga dividendos.

O desempenho das companhias de água na Inglaterra foi criticado pela Agência Ambiental. Na última avaliação , Emma Howard Boyd, presidente da agência, descreveu o desempenho das empresas em 2018 como “simplesmente inaceitável”.

Em vez de melhorar, ele se deteriorou, com incidentes de poluição mais graves que danificaram a vida selvagem, o ambiente local e, nos piores casos, também a saúde pública, disse ela.

Howard Boyd disse que nada do que havia visto no ano passado sugeria que alguma das empresas estivesse fazendo melhorias significativas. A avaliação de desempenho para 2019 está prevista para julho.

As empresas privatizadas acumularam dívidas de quase 50 bilhões de libras desde 1991.

Dieter Helm, professor de política econômica da Universidade de Oxford, disse que as empresas de água não podem ser responsabilizadas por explorar o sistema.

“As empresas de água se comportaram exatamente como acreditamos que uma empresa comercial se comporta”, disse ele. “A questão é: esperamos que os capitalistas se comportem como capitalistas? O que temos visto é uma falha regulatória completa no controle das empresas.”

O regulador do setor, Ofwat, questionou recentemente as empresas de água sobre suas políticas de dividendos .

A Anglian Water disse que era incorreto dizer que a dívida estava sendo usada para pagar dividendos. “O financiamento através de dívidas é a maneira mais econômica e legítima de financiar uma nova infraestrutura. Os clientes se beneficiam: as contas são mais baratas. É por isso que fazemos isso.”

Ele disse que os investidores não receberam pagamento de dividendos desde 2018. No entanto, de acordo com o relatório anual da empresa, dividendos no total de £ 67,8 milhões foram pagos no exercício financeiro até o final de março de 2019.

Quando isso foi enviado à Anglian, um porta-voz disse: “Os 67,8 milhões de libras referidos como dividendo foram retidos no Anglian Water Group e usadas para financiar os custos operacionais do grupo e as necessidades de capital de giro. [no relatório anual].”

PERFIL
Como funciona o sistema de esgoto da Inglaterra?
Quando o sistema de esgoto está operando normalmente, o esgoto coletado das residências e empresas e é tratado em uma estação de tratamento. Somente depois de tratado é que as águas residuais são liberadas para o meio ambiente, para o mar por meio de extensos emissários ou de descargas costeiras ou em os rios.

A grande maioria da rede de esgotos da Inglaterra é do tipo combinado, que remonta à engenharia vitoriana, e foi projetado para coletar os esgoto dos banheiros das pessoas e da água da chuva superficial e depois transferi-los para as estações de tratamento.

Após chuvas extremas, as instalações de tratamento não conseguem tratar os esgotos e a água de chuva misturados. Excrementos humanos, preservativos, toalhas sanitárias e papel higiênico são liberados sem tratamento nos rios através de tubulações de extravasão dos esgotos combinados – exatamente como em Londres do século XIX.

Esses extravasores deveriam ser uma válvula de segurança para liberar a pressão sobre o sistema e usados somente quando uma quantidade excepcionalmente grande de água entrasse no sistema.

A Thames Water disse que seus acionistas tinham visão de longo prazo e não recebiam dividendos há três anos. “Investimos mais de 1 bilhão de libras novamente em 2019-20, chegando a um total de 15 bilhões de libras nos últimos 15 anos.

“Continuaremos a gastar sabiamente na melhoria da resiliência, da manutenção e da eficiência, além de fornecer mais suporte aos clientes em situações vulneráveis”.

Um porta-voz da Ofwat disse: “Nos últimos anos, questionamos como as empresas enfocam suas decisões sobre dividendos. Esperamos que as empresas tenham arranjos de governança robustos e sejam totalmente transparentes sobre como os dividendos refletem a entrega de obrigações e compromissos aos clientes e ao meio ambiente.”

Traduzido por Marcos Montenegro em 02/07/2020
Original em inglês: https://www.theguardian.com/environment/2020/jul/01/england-privatised-water-firms-dividends-shareholders

 

Compartilhe nas Redes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *